Uncategorized

 

CAMINHADA SOBRE AS BRASAS

 

 

Andar sobre o fogo é uma experiência de poder pessoal é uma metáfora de possibilidades, uma oportunidade para as pessoas conseguirem resultados que antes pensavam ser impossíveis.

 

Faz milhares de anos que há pessoas realizando alguma versão de andar sobre o fogo. Em algumas partes do mundo, é um teste religioso de fé. Quando conduzo um passeio sobre o fogo, não é por experiência religiosa, no sentido convencional, mas uma experiência de crença, porque ensina às pessoas – no sentido mais autêntico – que elas podem mudar, crescer, esticar-se, fazer coisas que nunca pensaram ser possíveis, que seus maiores medos e limitações são autoimpostos.

 

A única diferença entre você poder ou não andar sobre brasas é sua capacidade de comunicar-se consigo mesmo, de uma forma que o faça agir, apesar de toda sua programação passada de medo do que poderia lhe acontecer.

 

A lição é que as pessoas podem fazer virtualmente qualquer coisa, desde que reúnam os meios para acreditar que podem e tomem as medidas efetivas.

 

Tudo isso leva a um fato simples e irrefutável: sucesso não é um acidente. A diferença entre pessoas que conseguem resultados positivos e aquelas que não conseguem não é um tipo de acaso, como o rolar dos dados.

 

Há padrões consistentes e lógicos de ação, caminhos específicos para a superioridade, que estão ao alcance de todos nós. Todos podemos liberar a magia que há dentro de nós. Só temos de aprender como mudar e usar nossa mente e nosso corpo da maneira mais eficiente e vantajosa.

 

O passeio no fogo ensina às pessoas como mudar seus estados e seus comportamentos de uma forma a fortalecê-las para agir e conseguir novos resultados, apesar do medo ou outros fatores limitadores.

 

Pessoas que andaram no fogo não são diferentes do que eram quando entraram, pensando que andar no fogo era impossível. Mas, elas aprenderam como mudar sua fisiologia, e como mudar suas representações internas sobre o que podem ou não podem fazer. Assim, o andar no fogo é transformado de algo de terrível numa coisa que sabem que poderão fazer. Eles agora podem se pôr num total estado de recursos e, a partir desse estado, podem produzir muitas ações e resultados que, no passado, rotularam de impossíveis.

 

 

O passeio no fogo ajuda as pessoas a formarem uma nova representação interna de possibilidades.

 

 

Se essa coisa que parecia tão impossível era só uma limitação em suas mentes, então que outras “impossibilidades” são também realmente muito possíveis?

 

Uma coisa é falar sobre o poder do estado, outra é experimentá-lo.

 

 

Isso é o que o passeio no fogo faz. Proporciona um novo modelo para crença e possibilidade e cria uma nova associação de percepção interna ou de estado para as pessoas, que faz com que suas vidas andem melhor e as capacita a fazer mais do que alguma vez pensaram ser “possível”.

 

Demonstra-se com clareza para elas que seus comportamentos são o resultado do estado em que estão, pois, num momento, se fizeram umas poucas mudanças em como representam a experiência para si, que podem tornar-se tão confiantes a ponto de chegarem à ação efetiva. Claro que há muitas maneiras de fazer isso.

 

O passeio no fogo é só uma maneira dramática e divertida que as pessoas raramente esquecem. A chave para produzir os resultados que deseja, então, é representar coisas para si de uma maneira e pôr você em tal estado de recursos que fique fortalecido para praticar os tipos e qualidades de ação que criem o desejado resultado. Fracassar nisso também significará fracassar até mesmo na tentativa de fazer o que deseja.

 

Se lhe digo “Vamos andar no fogo”, o estímulo que produzo para você, em palavras e linguagem corporal, vai para seu cérebro, onde você forma uma representação.

 

Se imaginar pessoas com argolas nos narizes, tomando parte em algum ritual impressionante, ou pessoas queimando em postes, não ficará em muito bom estado.

 

Se formar a representação de você mesmo se queimando, pior ainda será seu estado. No entanto, se imaginasse pessoas batendo palmas, dançando e festejando juntas, se visse uma cena de total alegria e excitação, você ficaria num estado bem diferente.

 

Se se visse andando com saúde e alegria e dissesse:

 

 

“Sim! Posso fazer isso, com certeza”

 

 

e movesse seu corpo como se estivesse totalmente confiante, então esses sinais neurológicos o colocariam num estado onde poderia muito bem agir e andar.

 

O mesmo é verdade para tudo na vida.

 

 

Se representamos para nós que as coisas não vão funcionar, elas não funcionarão. Se formarmos uma representação que as coisas funcionarão, então criamos os recursos internos que precisamos para conseguir o estado que nos apoiará na produção de resultados positivos.

 

 

É óbvio que, mesmo no melhor estado, nem sempre conseguimos os resultados que desejamos, mas quando criamos o estado apropriado, criamos as maiores chances possíveis para usarmos todos os nossos recursos efetivamente.

 

A pergunta lógica seguinte é: se a fisiologia e as representações internas trabalham juntas para criar o estado do qual emergem os comportamentos, o que determina a específica espécie de comportamentos que produzimos quando estamos nesse estado?

 

Uma pessoa num estado de amor a abraçará, enquanto outra só dirá que a ama. A resposta é: quando entramos em um estado, nosso cérebro tem acesso então a possíveis escolhas de comportamento.

 

O número de escolhas é determinado pelos nossos modelos do mundo. Algumas pessoas, quando zangadas, seguem um modelo amplo de respostas, e assim podem agredir como aprenderam a fazer olhando seus pais. Ou, talvez, tentem alguma coisa e, se parecer que conseguiram o que queriam, isso se torna uma lembrança armazenada de como responder no futuro.
O Firewalking é algo que não pode ser feito por qualquer pessoa e em qualquer lugar. Exige uma organização específica na temperatura do fogo e ainda no que diz respeito à disposição das brasas. Além disso, a pessoa passará por um preparo mental adequado antes de pisar sobre elas, feito por um profissional habilitado.

Essa dinâmica é uma das muitas ferramentas utilizadas pelo processo de coaching para desenvolver o conhecimento, a superação, a ressignificação, o alcance de metas e objetivos pessoais.

 

 

CURSO VULCANO – MAIS DE 3.000 Firewalkers!

 

 

Como estar focado, alinhado, tomando as decisões certas e alcançando metas e objetivos? Como obter inteligência emocional para atingir a alta performance no campo pessoal e profissional?

 

 

O Curso Vulcano 3.3 é indicado a quem deseja viver uma experiência transformadora através do uso da Programação Neurolinguística — PNL, experimentação da vivência através da Psicodrama e das Técnicas de Coaching no direcionamento das metas para atingir objetivos.

 

A PNL é um processo que busca ensinar a melhor utilização das forças do potencial do cérebro, permitindo o desenvolvimento pessoal e profissional. A mesma disponibiliza ferramentas para atingir metas e alcançar excelência através de um processo organizado e sistematizado de melhoria dos comportamentos.

 

O processo de Coaching amplia o autoconhecimento, fazendo com que o aluno (Coachee) reflita e descubra os pontos que precisa melhorar e quais são os seus pontos fortes e como ampliar suas amplitudes.

 

Psicodrama é uma psicoterapia em grupo, usada como núcleo de abordagem e exploração da psique humana e seus vínculos emocionais, visando à catarse e ao desenvolvimento da espontaneidade do indivíduo.

 

 

Com uma característica peculiar de treinamento, o evento estimula o envolvimento de todos os participantes a reinventarem seus modelos de mundo.

 

 

A disponibilização destas ferramentas lhe trará um conjunto de informações sobre você mesmo, melhoramento a compreensão sobre o seu contexto e a interação nas diversas realidades as quais estamos expostos. Você poderá começar a influenciar significativamente o ambiente a sua volta, de um jeito não imaginado antes em virtude de ter uma melhor leitura dos comportamentos.

Elevando sua capacidade ao máximo, e empregando todo seu potencial em seus objetivos em 10 horas de imersão você terá:

 

 

• Aumento de Performance;
• Controle Emocional;
• Concentração e Foco;
• Capacidade de Recuperação;
• Relacionamento de Excelência;
• Conhecer melhor as suas potencialidades;
• Ser mais autoconfiante;
• Desenvolver uma estratégia de pro atividade e crescimento;
• Enfrentar os desafios e obstáculos com maior capacidade;
• Focar-se em objetivos e agir para sua realização;
• Melhorar o seu relacionamento com você e com os outros;
• Superar seus limites de crescimento e desenvolvimento pessoal;
• Ampliar suas perspectivas na sua vida Social, Pessoal e Profissional.
• PNL (Programação Neurolinguistica), coaching e psicodrama;
• Técnica de Firewalker (caminhada sob brasas) e Woodbreaking (quebra de madeira).

 

 

E convidamos VOCÊ a vivenciar este novo modelo de mundo!

 

 

18 de Maio | Eco Hotel Bouganville em São José dos Pinhais – Ctba, PR | 8:30 ás 20:30 | Contato: 41 9. 9656-8294 | comercial@institutolaerteswille.com.br.

 

 

Quem é o palestrante?

 

 

33° Edição do Curso Vulcano (+) de 3.000 Alunos Firewalkers (+) de 20 anos em estudos da programação neurolinguistica e processos de coach!

 

 

MASTER COACH LAERTES WILLE
– Formado em Administração de Empresas;
– Especialista em Marketing e Atendimento a Varejo;
– Master Practitioner em Programação Neurolinguistica;
– Coach Executivo;
– Pós Graduação em Qualidade de Vida e Nutrição;
– MBA em Gestão Estratégica de RH;
– Mestrando; Escritor do Livro: Como Ser Feliz Nas Empresas;
– Mais de 20 anos em experiência em programador em
neurolinguística – PNL.

 

Mais de 15 anos de experiência garantia de
excelentes resultados;
Assessoramos mais de 20 mil pessoas em
consultoria, palestras e treinamentos;
Mais de 2 mil alunos na área de graduação
e pós graduação.

 

 

18 de Maio – Eco Hotel Bouganville em São José dos Pinhais – Ctba, PR – 8:30 ás 20:30 – Contato: 41 9. 9656-8294 |comercial@institutolaerteswille.com.br.

 

 

 

Fonte: Trechos do texto explicativo sobre o firewalker, retirados do livro: O poder sem limites do autor: Anthony Robbins.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

limpar formulárioPostar Comentário