Uncategorized

 

“O líder de sucesso busca resultados por meio de desenvolvimento de capital humano, confiança, autonomia e responsabilidade, fazendo uso de técnicas e estratégias eficazes. O coaching é uma ferramenta poderosa que apoia o líder coach nesta jornada de aprendizado, com a tríade: ação, desenvolvimento e resultados.” Aline Gomes.

 

No mundo corporativo, a busca por excelência de resultados tornou-se como oxigênio para os lideres, com isto, a pressão por entregas melhores, como recursos otimizados e custos reduzidos tornaram-se essenciais, assim como a equipe com foco, o trabalho em equipe, caminhando na mesma direção.

O papel do líder ao longo da história e dinâmica corporativa foi se transformando para atender as demandas no desenvolvimento e gestão.

Em qualquer grupo, cada individuo desempenha um papel próprio e neste contexto sempre há um personagem cujas funções são essenciais para que os objetivos do grupo sejam atingidos.

  A liderança necessária para qualquer grupo e se trata de uma relação entre indivíduo e grupo, mas essa relação apenas existirá seu grupo considerar esse indivíduo – líder como um mediador capaz de satisfazer suas necessidades, prover resultados e atingir metas.

As pessoas são os ativos mais importantes da empresa e o líder deve, por meio de sua influência positiva, guiar sua equipe de forma a contribuir significativamente para os resultados e negocio com produtividade, qualidade e engajamento.

Até 1940, as primeiras abordagens de liderança centravam-se na definição de líder e na procura das qualidades comuns a todos os líderes. As teorias genéticas e dos traços, por exemplo, diziam que lideres nascem líderes e não se tornam lideres, e mantem alguns trações característicos em comum.

Teorias posteriores começaram a afirmar que liderança poderia ser ensinada, treinada. Assim, as empresa poderiam selecionar os profissionais de liderança e os desenvolver.

A partir de 1950, surgiram estudos apontando dois tipos básicos de estilos de líder: aquele que pode ser orientado para a tarefa e aquele que é orientado para o relacionamento.

A liderança, então, começou a ser vista como uma forma de relação entre o líder e as outras pessoas do grupo, como sua capacidade em adequar os comportamentos as exigências das diversas situações.

Com base nesses estudos, surgiu a teoria da liderança situacional. A situação faria surgir o líder necessário e conveniente, ou seja, os grupos escolheriam o líder ou lideres adaptados a suas necessidades. Dessa forma o líder hábil poderia adaptar-se e antecipar-se as necessidades do seu grupo.

Outra teoria, ganhou forca até os anos 1990: a teoria das relações humanas. Essa teoria apontava que o trabalho é uma atividade tipicamente grupal. A tarefa da administração seria formar lideres capazes de compreender, comunicar e persuadir; e a pessoa seria motivada essencialmente pela necessidade do trabalho em equipe.

 A maior contribuição essa teoria foi ressaltar a necessidade de boas relações humanas no ambiente de trabalho, do tratamento mais humano, da adoção de uma administração mais participativa em que todos tenham um papel mais dinâmico. E é justo este o papel dos lideres: melhorar o tratamento dado as pessoas e propiciar um ambiente motivacional de trabalho mais favorável e amigável.

Atualmente, o grande líder é aquele que sabe servir, construir relações positivas, desenvolver talentos e conduzir resultados por sua influencia em transformar a equipe de forma harmônica e complementar, utilizando cada potencialidade em recurso fundamental na excelência dos resultados.

A gestão de pessoas com todas as suas técnicas de feedback, comunicação, desenvolvimento de competências, plano de acao e definição de metas claras passam a fazer parte da função do gestor de forma efetiva.

Um diferencial para lideres que buscam transformar seus colaboradores em pessoas autônomas, corresponsáveis com brilhantes resultados é utilizar em suas estratégias técnicas de uma poderosa ferramenta de desenvolvimento: o coaching.

O coaching é um processo de desenvolvimento, transformação que visa resultados. Trabalha com técnicas efetivas de aumento de performance, em busca de suas metas, objetivos e sonhos. Ensina a pensar diferente, ampliar sua visão sobre o negocio, carreira e vida. Busca o autoconhecimento e ação imediata gerando uma parceria entre coach (profissional) e coachee (cliente) com definição de caminhos e planejamento estratégico eficazes.

Lideres coaches utilizam ferramentas e técnicas de coaching de forma a gerar resultados assertivos e consistentes. Desenvolvem o capital humano, com aumento de performance e engajamento. Lidam com situações criativas e inovadoras através de uma visão empreendedora gerando autonomia, responsabilidade e desafios.

Os líderes passam a agregar não somente como exemplos, mas compartilhavam responsabilidades, lideram e desenvolvem o potencial de cada indivíduo, ensinam para que seus colaboradores aprendam a aprender e alcancem suas metas.

Para isso, utiliza técnicas e ferramentas que levem à reflexão e à ação, mostrando a importância de casa um, de forma integrada e autêntica.

 

Fonte do Livro Coaching Aceleração de Resultados;2017.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

limpar formulárioPostar Comentário